NOTÍCIAS

Buscar

A educação é a forma mais eficaz para combater o racismo, as diversas formas de preconceito e a intolerância. É o acesso à pluralidade de informação e educação de qualidade que garantirá às crianças o direito e as condições de não reproduzirem o preconceito e de desenvolverem um senso de colaboração em relação ao outro.

A multiplicidade de vivências nos enriquecem como ser humano e, neste sentido, a diversidade é o elemento-chave para a construção de uma sociedade equânime, com cidadãos habilitados a pensarem soluções em todas as esferas sociais sob pontos de vistas que envolvam todas as pessoas.

Aqui no CIVI-CO existem duas iniciativas que vêm atuando intensamente em projetos norteados pelo ODS 4 (Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU) que visa “assegurar a educação inclusiva e equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todas e todos.”


A edtech Piraporiando, que atua na criação e publicação de obras literárias e programas de formação focados na diversidade para uma educação antirracista, antibullying e sem preconceitos, e o Instituto Rodrigo Mendes (IRM), organização sem fins lucrativos que trabalha para que toda pessoa com deficiência tenha uma educação de qualidade na escola comum.

Conheça, apoie e compartilhe o trabalho que essas iniciativas estão realizando:

Conteúdos Antirracistas para Crianças e Educadores

Neste e-book gratuito, a Piraporiando apresenta uma seleção de livros, vídeos educativos, filmes, clipes musicais, desenhos, referências de autores, pesquisadores, educadores, pensadores, artistas e projetos que reforçam o protagonismo negro na sociedade. Este material é direcionado a educadores, crianças e a todas as pessoas que acreditam na necessidade de termos uma educação antirracista. Clique aqui para baixar.


Curso Educação para a diversidade

Tendo como foco a educação antirracista, antibullying, sem preconceitos e baseada no afeto, o curso Educação para a Diversidade, realizado pela Piraporiando, é inteiramente online e tem como objetivo contribuir para a capacitação dos educadores, propondo ações e projetos eficazes para uma educação que promova a equidade. O programa aborda a implementação de leis e ações afirmativas, buscando o combate à desigualdade social e a garantia dos direitos de crianças e jovens. Interessados podem se inscrever até o dia 15 de agosto.

Portas Abertas para a Inclusão

Realizado pelo IRM, o curso gratuito Portas Abertas para a Inclusão tem como objetivo apoiar redes públicas de ensino na promoção da inclusão escolar de meninos e meninas com deficiência por meio da ressignificação da educação física e de práticas esportivas seguras. O curso, ministrado à distância, está disponível desde setembro de 2018 na internet, e já formou mais de 54 mil pessoas. Educadores podem se inscrever gratuitamente clicando aqui.


Educação Inclusiva na Prática

Organizado por Rodrigo Hübner Mendes, superintendente do Instituto Rodrigo Mendes, o livro Educação Inclusiva na Prática é o lançamento da Editora Moderna e da Fundação Santillana sobre experiências reais de estudantes com deficiência em sala de aula.

O livro, disponível gratuitamente em PDF, conduz o leitor pelo universo da relação entre ensino-aprendizagem de estudantes com deficiência na escola comum, a partir de seis estudos de caso, além de abordar a história e os conceitos da educação inclusiva. Clique aqui para baixar o livro.

Protocolos Sobre Educação Inclusiva Durante a Pandemia da Covid-19

Diante dos enormes impactos gerados pela pandemia da COVID-19 nas redes de ensino do Brasil, o IRM publicou o Protocolos Sobre Educação Inclusiva Durante a Pandemia da Covid-19, resultado de um estudo realizado pelo Instituto com 23 países e organismos internacionais. O objetivo é contribuir com os gestores responsáveis por planejar e implementar políticas públicas voltadas à garantia do direito à educação das pessoas com deficiência, tanto no período de isolamento social como na fase de reabertura das escolas. Acesse o conteúdo clicando aqui.


Para ficar por dentro de todas as iniciativas e eventos realizados pela Piraporiando e pelo Instituto Rodrigo Mendes, siga @piraporiando e @institutorodrigomendes no Instagram!

43 visualizaçõesEscreva um comentário
  • redação CIVI-CO

Chega de saudade! Depois de mais de quatro meses funcionando remotamente, estávamos ansiosos para dar essa notícia: em 03 de agosto reabrimos nossas portas! 


Com o intuito de estimular as atitudes individuais que podem evitar a proliferação do coronavírus, além das mudanças realizadas em nosso espaço, preparamos um Guia de Boas Práticas, disponível para todas as pessoas que queiram frequentar o CIVI-CO. Veja abaixo: 

Preparamos este retorno com muito carinho, com o objetivo de preservar o seu bem-estar. Por isso, pedimos especial atenção aos seguintes detalhes:

  • Atenderemos em horário reduzido, das 10h às 16h;

  • Aferiremos a temperatura de todas as pessoas que entrarem no prédio;

  • O uso de máscara nas dependências do CIVI-CO é obrigatório;

  • Disponibilizaremos álcool em gel na recepção e em outros ambientes do prédio para facilitar a constante higienização das mãos; 

  • Todas as mudanças realizadas nos ambientes comuns para garantir o distanciamento estão sinalizadas. Atenção a essas sinalizações.

Todas ações realizadas em nosso prédio como medidas de segurança estão de acordo Anexo II que integra a Portaria 605/2020/Pref.G do Protocolo Sanitário - direcionado ao Setor de Escritórios de Prestação de Serviços


Estamos muito felizes em poder voltar a compartilhar este espaço que é seu, é nosso, é de todos!

67 visualizaçõesEscreva um comentário

Atualizado: Jul 17

Neste mês de julho estreamos o Conexão Comunidade, uma série de encontros entre residentes do mesmo segmento ou áreas correlatas para promover a troca de experiências, ideias e iniciativas.


O primeiro Conexão reuniu residentes da área da Cultura que compartilharam os desafios superados para a continuidade dos projetos ao longo dos quatro meses em quarentena, período em que os empreendedores precisaram se reinventar para minimizar os impactos econômicos decorridos da pandemia Covid-19.


O grupo de empreendedores formado por Anabela Cunha, fundadora da Connecting Dots, Andréa Buoro, diretora executiva da Intermuseus, Carlos Neto, fundador da Inspirates e Joana Braga, cofundadora da D+Projetos, se encontrou via teleconferência e apontou o desemprego no setor, a crise econômica sofrida pelas empresas do segmento e as dificuldades logísticas de transpor, em pouco tempo, eventos físicos para o meio digital como os grandes desafios a serem superados pelos empresários.


Para evitar aglomerações, que favorecem a proliferação do coronavírus, foi necessário o fechamento das instituições e equipamentos culturais, cancelamento de eventos, apresentações, exposições, shows. Medidas necessárias, evidentemente, mas que impuseram grandes desafios para o setor.

Resultados preliminares da pesquisa Percepção dos Impactos da Covid-19 nos Setores Culturais e Criativos do Brasil, divulgados em 29 de junho, revelam que entre as organizações ligadas aos dois setores, mais de 40% disseram ter registrado perda de receita entre 50% e 100% desde o início da quarentena.

Já para os trabalhadores, as perdas narradas ficaram na média de 35%. Ambos os setores movimentam R$ 171,5 bilhões por ano, o equivalente a 2,61% de toda a riqueza nacional, empregando 837,2 mil profissionais. Antes da pandemia, os segmentos tinham previsão de gerar R$ 43,7 bilhões para o Produto Interno Bruto (PIB) até 2021. Entre as organizações ligadas aos dois setores, mais de 40% disseram ter registrado perda de receita entre 50% e 100% desde o início da quarentena.


Apesar do cenário atual, os participantes afirmaram estar ainda mais perseverantes e convictos de que a luta pela manutenção dos aparelhos culturais deve se manter e se fortalecer e, para isso, ressaltaram a importância da união entre as empresas do setor. A criação deste grupo para promover a colaboração entre projetos e fomentar ideias é uma das formas do CIVI-CO atuar e afirmar o apoio aos empreendedores culturais.

Você, como cidadão, também pode fazer a sua parte. Apoie, incentive, divulgue iniciativas culturais que precisam de visibilidade e colaboração para continuarem (re)existindo!

Siga e acompanha nossos residentes da área da Cultura: @intermuseus, @inspirartescultural , @cntdots no Instagram e @dmaisprojetos no Facebook

14 visualizaçõesEscreva um comentário

NEWSLETTER civi-co

  • Facebook
  • Instagram
civi-co_branco_1.png